11.08.2005

MAIS UMA NOITE DE TUMULTOS EM FRANÇA

Começou em França, parece que já chegou à Belgica e à Alemanha.
Já deixou há muito tempo de ser entendido como um protesto e já há muito passou dos limites do entendivel.
As declarações do ministro françês foram incorrectas mas os rapazes fugiam do quê?
Carros, autocarros, colégios, hospitáis, creches, atacados com coctails Mototov, detidos, feridos e mortos.
Qualquer razão que existisse pra um protesto deixou de a ser.
Onde está a razão de tudo isto?
Neste momento o que me parece é que grupos maioritáriamente estrangeiros ( e tou a considerar estrangeiros os seus decendentes mesmo nascidos em França) estão a aproveitar-se da situação pra provocar o caos no país que os acolheu. Estavam reprimidos? Eram mal tratados ? Não sei. Se sim, quem tem a culpa?
Está-se a dar um significado diferente à liberdade de circulação e abertura de fronteiras.
Não sou nem racista nem xenófobo, apenas tou a ver com olhos imparciais e à procura de razões, motivos.
A verdade é que França está cheia de emigrantes a quem são prometidos o paraíso, o mundo e que quando lá chegam não é bem assim. Mas se não existe capacidade pra tanta gente porque os deixam entrar com promessas vãs?
Como vivem essas pessoas? Ficam nos suburbios, sem condições, excluidos, sem trabalho, sem formação, familias numerosas pra alimentar. Como ganham dinheiro? Que acham?
Mas se os proibissem eram xenófobos e racistas, e assim é melhor?

Ganham raiva a quem os albergou e livrou do inferno pra ir pra outro mais ameno. Mas não foi França que os chamou.
Essa raiva ta patente nestes tumultos.
Veja-se os gangs nos Estados Unidos.
Salvo erro no Canadá não deixam entrar mais de um certo nº de estrageiros: previne-se a condiçõa de vida dos canadianos e dos estrangeiros que pra lá querem ir.
Penso que há tempos P. Portas falou nisso num exemplo a seguir.
Daqui a uns anos pode ser incontrolável.
Porque mesmo os descendentes nascidos no país carpem a magoa de seus pais e revoltam-se contra quem lhes dá a formação, educação e continuam a viver segundos as leis do seu país natal. Veja-se o exemplo dos atentados em Inglaterra: jovens nascidos lá, trabalhadores, inseridos na sociedade a regerem-se por os seus ideais de raça.

Com isto não tou a ser racista nem xenófobo apenas acho que se existe a livre circulação essa deve ter regras pra evitar que alguns anps mais tarde seja o caos e mais importante que as pessoas que sonham com uma vida melhor possam ter acesso a ela sem prejuizo de outros porque não existem condi´ções pra todos.

3 Comments:

At 11:59 da manhã, Anonymous Anónimo said...

An extraordinary blog. Continue to keep it up to date. No better time than now to stop on this website about scommesse calcio . Not only scommesse calcio

 
At 4:22 da tarde, Blogger Marco Ferreira said...

Ainda não percebi nestes doze dias de tumultos em França de que se queixam as pessoas e o que é que querem. Esta situação não tem nada a ver com o Maio de 68 em que os trabalhadores, de modo organizado, exigiam melhores condições de trabalho. A meu ver isto já é vandalismo puro e de certeza que já há pessoas que se estão a aproveitar da situação.

marinheiroaguadoce em mais uma navegação.

Abraço

 
At 4:35 da manhã, Anonymous Anónimo said...

You have an outstanding good and well structured site. I enjoyed browsing through it http://www.new-dodge.info xanax farmers 26 mechanics mutual insurance co Dexedrine vs adderall vs ritalin fire alarm wire word games h2 hummer commercial song music Friday bra Columbus moving company Beat computer roulette Ionizer dangers to health financial planning Nags head hotel hot tub farmers insurance

 

Enviar um comentário

<< Home

Counter
Free Web Site Counter